Prefeita Irene Soares: o negócio dela é curtição!

A prefeita de Presidente Dutra, Irene Soares (PRB), é conhecida na região como “Prefeita 31”. Segundo a oposição, ela passa 1 dia na cidade e o restante pirando, curtindo e fazendo compras por esse mundão de meu Deus.

Irene Soares, de Presidente Dutra

Nos últimos dias ela deu mais provas de que o apelido é uma realidade.

Os próprios aliados criticaram a ausência da “chefe” no velório e enterro de Wilson Oliveira Silva, ex-prefeito e ex-vereador da cidade, morto de ataque fulminante do coração na quinta-feira. Todos vereadores estavam lá. O ex-prefeito era aliado de Irene.

Neste sábado, a PM realizou um grande evento na cidade para formação de homens da Força Tática. Seis coronéis se deslocaram de São Luís para participar do evento, realizado na sede da 11ª Companhia de Presidente Dutra. Irene nem passou na porta.

Os próprios policiais descobriram que ela estava com uma turma numa roda de cachaça na casa do médico Milton Muniz, marido da secretária Linete Lucena (Esporte).

Pouco mais tarde os irmãos Benedito e Bebeto Soares, sobrinhos da prefeita, encontraram ela e o namorado, o prefeito de fato do município Carlos Fialho, num bar da cidade.

Chamaram Fialho para uma conversa reservada no outro lado da rua. Queriam cobrar faturas atrasadas do município com o posto de combustível da família. o Auto Posto Center. Benedito e Bebeto já haviam conversado com Irene antes. Ela teria autorizado o namorado resolver o problema.

Fialho disse que não tinha como quitar a dívida. Foi o bastante para Benedito partir para cima dele. Bebeto segurou o irmão e evitou o pior.

Coelho Neto: oposição denuncia Soliney no MP

Representantes da sociedade civil do município de Coelho Neto (360km de São Luís) visitaram na manhã desta quarta-feira (28) a procuradora-geral de Justiça, Fátima Travassos, para denunciar a não nomeação de parte dos aprovados no mais recente concurso público realizado pela prefeitura, que data de 2007.

Ex-prefeitos e membros da oposição durante reunião com Fátima Travassos

Estiveram na Procuradoria Geral de Justiça o presidente da Central Única dos Trabalhadores do Maranhão (CUT), Nivaldo Araújo; e os representantes do PTB, ex-prefeito e ex-senador Magno Bacelar; do PV, ex-prefeita Márcia Bacelar; e do PT, Américo de Sousa, entre outros.

O certame foi homologado em 2008, mas somente parte dos aprovados foram nomeados. Há informações que aproximadamente 200 pessoas têm direito à nomeação. A validade do concurso expira no dia 7 de maio de 2012.

Segundo os denunciantes, o Soliney Silva (PSDB) mantém na administração mais de 500 servidores com contrato temporário em vez de nomear os concursados.

Fátima Travassos afimrou que o promotor André Luís Lopes Rocha, da 1ª Promotoria da Comarca de Coelho Neto, já abriu inquérito administrativo para tomar as providências judiciais cabíveis.

Acorda, Leane! Afonso Cunha pede socorro

José Leane, de Afonso Cunha

O ex-comunista e hoje peemedebista José Leane, prefeito da pequena Afonso Cunha, posa em São Luís de bom gestor. Denunciado em fevereiro à Polícia Federal acusado de fraudar certidões do TCE para receber convênios do governo (reveja), Leane faz uma administração com problemas graves em várias áreas.

As estradas e ruas do município estão em pandarecos, mas é na saúde e educação que o problema é mais grave. Essa foto abaixo é do posto de saúde no Povoado Lolóia, que funciona esporadicamente. O prédio é sujo, tem vidros quebrados e o mato em torno do local ajuda a alimentar os animais.

As consultas são raras e quando acontecem são feitas por enfermeiros, segundo denunciam os moradores. No povoado, que está praticamente isolado pela péssima condição das estrada de acesso ao local, água potável é produto raro.

Na educação, a situação é triste. Escolas feitas de taipa, sem banheiros e água potável ameaçam cair sobre a cabeça dos alunos. Professores são removidos de um lado para o outro pela secretária Zizete, parente de Leane, de acordo com os interesses políticos do momento. Merenda escolar é um produto raro, que muitos estudantes só sabem que existe quando assistem a televisão. Em período de chuvas, como o que estamos passando, as aulas são raras porque as escolas estão como as das fotos abaixo:

Escola no Povoado Santa Rita

Escola no Povoado Fidel

Escola no Povoado Olho d’Água

PF e TCU fazem nova devassa em Barra do Corda

Parece que é muito superior aos R$ 50 milhões, conforme apurado na Operação Astiages, os desvios praticados pela família do prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), em Barra do Corda.

Camburão da PF ficou na porta da prefeitura

Fiscais do TCU (Tribunal de Contas da União) voltaram ao município esta semana para aprofundar as investigações. Houve um estresse entre funcionários municipais e os fiscais da controladoria sendo necessário a convocação da Polícia Federal.

O pessoal de Nenzim teria dificultado o trabalho do TCU, que chamou os colegas federais. Um camburão da PF passou a ficar na porta do prédio da prefeitura enquanto vários agentes foram acompanhar os trabalhos dos auditores da controladoria.

No mês passado o blog informou sobre a licitação do “elefante branco”, colégio que leva o nome do prefeito, no valor de R$ 8,419 milhões. A unidade está sendo construída pela Prediolar, construtora denunciada em relatório da CGU por insconsistência de endereço em obras na cidade de Afonso Cunha.

O contrato da Prediolar com da Prefeitura de Barra do Corda, celebrado em 2009, só apareceu no Diário Oficial do Estado no  15 de fevereiro. Um dos sócios da firma, José Orlando Aquino, foi denunciado pelo Ministério Público Federal ao TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região (Brasília) junto com o próprio Nenzim e outras cinco pessoas, por desvio de recursos municipais, em 2007. Na época, Aquino era dono da firma J.J. Comércio. O TRF aceitou a denúncia (reveja).

Pelo jeito a casa de Nenzim poderá cair novamente a qualquer momento.

Vice assume Prefeitura de Santa Luzia do Tide

A Câmara de Santa Luzia do Tide empossou neste domingo o vice-prefeito, José Reis Lima (PRTB), no cargo do agora ex-prefeito Márcio Rodrigues (PMDB). O peemedebista foi cassado na sexta-feira acusado de pagar dois salários à própria mãe, além de utilizar veículos e máquinas do município em serviços particulares. Dos nove vereadores da cidade apenas um, ligado ao prefeito cassado, não compareceu a posse.

Prefeito cassado Márcio Rodrigues e o pai Oséas

A mãe de Márcio Rodrigues, a secretária Ingrid Antezana Rodrigues (Ação Social), o secretário Chiquinho Braide (Obras), e o procurador do município Esdras da Silva Guedelha são acusados de receberem salários também como funcionários da Secretaria de Educação, segundo denúncia feita à Câmara por dois funcionários municipais.

Márcio Rodrigues e o ex-prefeito Ilzemar Dura, o Zemar, também foram denunciados pelo Ministério Público Federal á Justiça Federal acusados de não prestarem contas de cerca de R$ 70 mil de  recursos federais.

O prefeito cassado não prestou conta de R$ 27 mil, repassado ao município pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que deveria ser aplicado pelo Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE).

Já Zemar teve até o dia 31 de março de 2010 para prestar contas de cerca de R$ 40 mil em verbas públicas, recurso também repassado pelo FNDE. O dinheiro deveria ser aplicado no Programa Brasil Alfabetizado, mas, até o momento, não existem comprovações de que o investimento tenha sido realizado.

Eles responderão pelos crimes de omissão de prestação de contas e improbidade administrativa.

Ponte da Vale cai e fere 7 em Vitória do Mearim

Do imirante.com:

Sete operários que trabalhavam na obra de construção de uma ponte metálica, no km 142 da Ferrovia Carajás, no município de Vitória do Mearim, ficaram feridos em um acidente ocorrido na noite desta sexta-feira (16).

Acidente foi em Vitória do Mearim. Foto: Manoel Costa/TV Mirante

Segundo informações da mineradora, responsável pela ferrovia, a estrutura metálica cedeu por volta das 20h. No momento do acidente, quinze operários estavam trabalhando no local.

Apesar da gravidade, não houve mortes e os feridos foram socorridos por uma equipe médica de plantão no canteiro de obra e levados de ambulância para o hospital da cidade. Eles já receberam alta.

Segundo a Vale, neste momento, engenheiros e técnicos que atuam na obra estão no local avaliando as possíveis causas da ocorrência.

O Trem de Passageiros, que partiria às 8h deste sábado da Estação de São Luís, em direção a cidade de Parauapebas, no Pará, teve sua viagem cancelada.

Todos os passageiros que adquiriram bilhetes de viagem terão seu dinheiro devolvido ou suas viagens remarcadas.

Chamado de ‘ladrão’, deputado diz que é ‘macho’ e parte para cima de manifestante em Estreito

Em primeira mão às 15h42:

Antonio Pereira é seguro por PM após tentar agredir manifestante

Muita confusão nesta sexta-feira (16) na Câmara de Estreito. Conforme havia noticiado o blog ainda na terça-feira (reveja), o desembargador Jamil Gedeon, do Tribunal de Justiça do Maranhão, determinou o retorno de seis dos nove vereadores da cidade cassados ano passado. Um deles perdeu o prazo do ajuizamento da ação e outros dois ainda aguardam decisão para retornarem aos cargos.

Os seis vereadores foram tomar posse na Câmara hoje pela manhã. A ex-presidentes Reginalva Alves Pereira (PPS) tentou realizar uma nova eleição para presidente onde ela seria a candidata.

O vereador Tavane Miranda Firmo (PTC), um dos suplentes que assumiu ano passado e permanece no cargo, não aceitou. Disse que a eleição só seria realizada por determinação judicial. Formou-se uma grande confusão.

O deputado Antonio Pereira (DEM), que apoia o grupo dos vereadores cassados, se desentendeu com alguns manifestantes que lotavam o local. Ele foi vaiado e chamado de “ladrão”. “Quem apoia ladrão, é ladrão também”, gritavam os manifestantes.

Já na parte de fora da Câmara, o democrata tentou agredir um dos manifestantes que o xingava. “Eu sou homem e macho. Estou aqui tratando de coisa séria”, gritava o deputado que foi segurou por um PM. Vejas a imagens da confusão:


Histórico

Os nove vereadores de Estreito foram condenados pelos juízes Daina Leão e Gilmar de Jesus Everton Vale, em momentos distintos, acusados de atos de corrupção e afastados dos cargos. Na época, o caso teve repercurssão nacional em vários jornais e sites de notícia após noticiado em primeira mão pelo blog.

De acordo com a ação movida pelo Ministério Público, os vereadores dividiram entre eles R$ 198 mil, sendo entregue R$ 22 mil para cada um. Esse valor teria sido repassado pela prefeitura para manutenção da própria Câmara Municipal. O rateio do dinheiro público em Estreito aconteceu em janeiro de 2009.

Segundo o promotor Luís Samarone, foram encontrados diversos cheques pagos conjuntamente a Edevandrio Gomes Pereira (presidente da Câmara em 2009) e Reginalva Alves Pereira (tesoureira em 2009 e presidente em 2011), que somavam quase R$ 97 mil; além de outros, sacados pelo então chefe do Legislativo Municipal (mais de R$ 50 mil) e, ainda, cheques nominais a Domingos Rodrigues dos Santos, marido de Reginalva, cujo valor somado era superior a R$ 10 mil.

Retornaram aos cargos Eriberto Carneiro Santos (PMN), Inocêncio Costa Filho (PV), José Rômulo Rodrigues dos Santos (PSB), Bento Cunha de Araújo (PT), Benedito Torres Salazar (PMDB) e Reginalva Alves Pereira (PPS).

Prefeito de Santa Luzia é cassado por pagar dois salários à propria mãe

(12h10) – A Câmara de Santa Luzia do Tide acaba de cassar o mandado do prefeito da cidade, o “balaio” Márcio Rodrigues (ex-PDT e hoje no PMDB). O prefeito, que é médico, é filho do ex-deputado e pedetista histórico Oséas Rodrigues.

Márcio Rodrigues, de Santa Luzia

Ele é acusado de atos de nepotismo e de utilizar veículos e máquinas para realização de serviços particulares, segundo denuncia feita à Câmara por dois funcionários do município.

A mãe de Márcio Rodrigues, a secretária Ingrid Antezana Rodrigues (Ação Social), recebia da prefeitura também como funcionária da Secretaria de Educação.

O mesmo acontece com o secretário Chiquinho Braide (Obras) e o procurador do município Esdras da Silva Guedelha.

A cassação do prefeito foi aprovada por 7 votos a 1 e duas abstenções. Até os vereadores aliados ao peemedebista votaram a favor.

A Câmara deu prazo de 48 horas para o vice-prefeito, José Reis Lima (PRTB), assumir o cargo. Se ele não tomar posse nesse período a presidente da Casa, Ilva Barros (PDT), é quem comandará o município.

O clima é tenso na cidade. A polícia reforçou a segurança em torno do prédio da Câmara.

MP denuncia Vivo por péssimos serviços

Após a realização de uma audiência pública, a Promotoria de Tuntum ajuizou, em 8 de março, Ação Civil Pública contra a empresa Vivo S.A., devido a diversas denúncias de irregularidades nos serviços de telefonia móvel e de Internet 3G oferecidos pela operadora no município. A ação foi proposta pelo promotor Fábio Henrique Meirelles Mendes.
 
Como medida liminar, o promotor requer o abatimento da metade do valor que seria cobrado pelo serviço de telefonia celular de pagamento pós-pago em Tuntum, a concessão do dobro de crédito pelo serviço de telefonia móvel de pagamento pré-pago e o abatimento da metade do valor que seria cobrado ao consumidor que utilize o serviço de Internet da Vivo. Em caso de descumprimento, foi fixada uma multa diária de R$ 500.
 
Também foram solicitadas a condenação da Vivo ao pagamento dos danos materiais sofridos pelos consumidores e pelo dano moral coletivo. O Ministério Público pede, ainda, que a Justiça oficie a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para realizar um estudo técnico com o objetivo de avaliar a qualidade dos serviços de telefonia móvel e internet prestados pela empresa em Tuntum, cidade distante 364 km de São Luís.

Roseana entrega hospital e UPAs no interior

Roseana, Ricardo e Lobão visitam UPA de Timon. Fotos: Nestor Bezerra

Nesta quarta-feira (14), terceiro dia de viagem pelo interior do Maranhão, a governadora Roseana Sarney esteve nos municípios de Timon, onde inaugurou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), e em Barão de Grajaú, onde assinou a ordem de serviço para ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade.

Na terça-feira (13), as populações de São João dos Patos e Sucupira do Riachão foram beneficiadas com uma UPA e um hospital de 20 leitos, respectivamente, entregues por Roseana e pelo secretário de Saúde, Ricardo Murad. Nesta quinta-feira (15), último dia do governo itinerante, a agenda será encerrada em Codó com a entrega de outra UPA.

Em Timon, Roseana e Ricardo inauguraram a nona UPA do programa Saúde é Vida. A solenidade contou com a presença do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, da prefeita de Timon, Socorro Waquim, do deputado federal Sétimo Waquim, de secretários estaduais, deputados, prefeitos da região e outras autoridades.

“Estou feliz que a saúde do Maranhão avançou, de acordo com o ranking do Ministério da Saúde. Antes estávamos nas últimas colocações, agora estamos em 18º lugar, mas esperamos chegar ao 1º lugar”, anunciou Roseana. Ela falou que os índices devem ser melhorados ainda mais após a entrega dos 72 hospitais, além de outras ações do Saúde é Vida.

Roseana e prefeito Zé Mário com funcionário da UPAS de São João dos Patos

Lobão disse que o Maranhão está de parabéns pelos altos investimentos na área da saúde. “Timon está ganhando uma rede de assistência médica que é fundamental para a população”, destacou.

Segundo Ricardo, a UPA maranhense é muito acima do que é proposto pelo Governo Federal, que investe apenas R$ 2 milhões para construir e garante um apoio de apenas R$ 300 para manutenção. “Nosso projeto já é referência para o país, investimos R$ 4 milhões na construção e gastamos R$ 1 milhão/mês para manutenção. A estimativa é de garantir o atendimento de 300 pessoas por dia, mas aqui não é um hospital, é uma unidade de pronto atendimento que vai atender somente o município de Timon”, explicou.

São João dos Patos e Sucupira do Riachão

Ao inaugurar a UPA de São João dos Patos, Roseana afirmou que a população do Sertão Maranhense sempre mereceu um carinho especial do seus governos. “Investimos na construção das estradas e agora estamos melhorando o atendimento de saúde pública para que as pessoas mais humildes tenham à sua disposição atendimento gratuito e de qualidade. Além da UPA de São João dos Patos, vamos equipar o hospital municipal para que possa realizar cirurgias com anestesistas”, adiantou.

Hospital de Sucupira do Richão foi inaugurado terça. Foto: Geraldo Furtado

O prefeito José Mário disse que “a construção desta UPA vai trazer grandes melhorias na área de saúde porque será um serviço de excelência no atendimento dos pacientes”.

Antes de inaugurar o hospital de Sucupita do Riachão, Roseana recebeu das mãos da presidente da Câmara de Vereadores, Raimunda Jordânia, o título de Cidadã Sucupirense.

“Fico muito honrada em receber esse título e agora sei que a minha responsabilidade duplica, pois sou cidadã desta cidade”, disse a governadora, que foi saudada por flautistas que integram o grupo Sinfonia Jovem São Benedito, formado por jovens do município. Eles entoaram a canção Asa Branca, de Luiz Gonzaga.

Após denúncia do blog, concurso público de Nina Rodrigues é anulado

A Promotoria de Justiça de Vargem Grande e a Prefeitura de Nina Rodrigues assinaram semana passada Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para anular o concurso público realizado em 2011, que oferecia vagas para diversas áreas do serviço público municipal.

Iara Quaresma, Nina Rodrigues

No documento, foi definido que o município compromete-se a realizar novas provas até o final do mês de maio e a empossar os aprovados dentro do número de vagas estabelecidas pelo edital até o dia 10 de junho.

De acordo com o promotor Benedito Coroba, titular da Comarca de Vargem Grande, da qual Nina Rodrigues é termo judiciário, a anulação foi acordada em virtude dos fortes indícios de irregularidades, entre as quais a aprovação de candidato inapto, e das suspeitas sobre o grande número de aprovados que têm parentesco com a prefeita Iara Quaresma.

A denúncia foi feita ao blog ano passado pela presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da cidade, Maria Vanusa dos Santos Lima (reveja)

Em procedimento aberto pela Promotoria para apurar as denúncias, foi constatado que um candidato aprovado para o cargo de vigia, para o qual o edital do concurso exigia a escolaridade de nível fundamental, não sabia ler, embora tenha apresentado o diploma de conclusão do ensino médio.

Segundo Coroba, as suspeitas sobre a falta de lisura do concurso se fortalecem pelo fato de que a empresa que o realizou – a Fundação Delta do Parnaíba, a Fundelta – ser a mesma responsável pelo concurso público de Senador La Roque, que também teve o pedido de anulação formulado à Justiça pela Promotoria de Justiça da comarca.

Pelo Termo de Ajustamento de Conduta, o município de Nina Rodrigues compromete-se, ainda, a contratar temporariamente, até o mês de junho, os selecionados no último seletivo realizado, igualmente em 2011.

A medida tem a finalidade de assegurar que as crianças e adolescentes que integram a rede municipal de ensino não sofram prejuízos no decorrer do ano letivo e de que áreas essenciais da administração pública, como as de saúde, assistência social e administração, não tenham seu funcionamento afetado e causem transtornos à comunidade.

Grileiro agride trabalhadores e atropela gestante em Bom Jeus das Selvas

Do site do MST:

Durante a reocupação da Fazenda Rio dos Sonhos, em Bom Jesus das Selvas (MA), por cerca de 300 trabalhadores no último sábado (25), o agropecuarista e grileiro José Osvaldo Damião atropelou a gestante de seis meses Fagnea Carvalho de Oliveira, que acabou perdendo seu filho.

Na ação violenta realizada pelo fazendeiro e por seus jagunços, outros trabalhadores também foram agredidos, entre eles um senhor de 72 anos de idade.

Zé Osvaldo e Cristiane, candidata em Bom Jesus das Selvas

Fagnea foi levada para o hospital municipal de Bom Jesus das Selvas, onde perdeu a criança tamanha gravidade dos ferimentos causados pelo atropelamento. Apesar de estar em estado de choque, a trabalhadora passa bem.

Três dias do acontecimento, os trabalhadores ainda não conseguiram prestar ocorrência, pois a delegacia local ignorou seus relatos. Deslocaram-se, portanto, ao município de Açailândia, mas também não foram atendidos.

No final da tarde desta terça-feira (28), militantes de direitos humanos organizados pelo Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos de Açailândia, visitaram o acampamento, colheram informações sobre as agressões e exigiram que um delegado fizesse o registro das ocorrências.

A área

A área ocupada tem cerca de oito mil hectares e está sendo pleiteada pelo programa Terra Legal, responsável por regularizar terras na Amazônia. O dito proprietário se empossou indevidamente da área e não poderá ser beneficiado pelo programa por já ser proprietário de outras áreas na região.

A superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Maranhão já solicitou a transferência de competência desta área para a justiça federal, para que se evite o despejo das famílias acampadas na fazenda.

Os trabalhadores que ocupam a área são Sem Terras da região e famílias que moravam em áreas de risco. Junto ao grupo está cerca de 25 famílias que viviam no lixão da cidade.

O Fazendeiro

Conhecido por Zé Osvaldo, este é mais um dos pecuaristas com histórico de truculência contra trabalhadores rurais. Dono de várias fazendas no sudeste do estado, na década de 90 Zé Osvaldo  foi acusado de ser o responsável por vários crimes no campo.

Em dezembro de 2005, um de seus filhos invadiu o Assentamento Califórnia com uma caminhonete, onde acontecia o encontro estadual do MST e tentou atropelar trabalhadores que andavam pelas ruas da comunidade.

Zé Osvaldo é pai da pré-candidata à Prefeitura de Bom Jesus das Selvas, Cristiane Damião (PTdoB).

Saúde prepara inauguração da UPA de Timon

A equipe de profissionais da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Timon iniciou nesta quarta-feira (29) o período de treinamento interno que antecede a abertura do atendimento à população, até o final do mês de março. A visita à unidade fez parte da agenda que o secretário de Saúde, Ricardo Murad, cumpriu ontem, acompanhado da prefeita Socorro Waquim, dos deputados Alexandre Almeida e Sétimo Waquim, para definir as ações e investimentos que irão transformar o município em um grande centro de atenção à saúde no Maranhão.

Ricardo fala para servidores que vão trabalhar na UPA de Timon

Ao chegar à UPA, Ricardo Murad vistoria todas as instalações da unidade que, assim como as outras sete já inauguradas e em funcionamento no estado, vão dar à população de Timon o pronto-atendimento que os pacientes necessitarem, desde os casos de febre alta, diarreia e pressão alta, até os de acidente vascular cerebral (AVC) e paradas cardíacas, até serem encaminhados para os hospitais de referência.

“O que estamos fazendo em Timon faz parte de uma revolução na saúde pública do Maranhão, e todos os funcionários desta unidade entram agora nesse novo modelo de assistência pautado no companheirismo, no profissionalismo e no humanismo”, declarou Ricardo Murad aos profissionais da UPA de Timon. No encontro com a equipe, ele detalhou todos os investimentos que estão sendo feitos pelo Governo do Estado por meio do Programa Saúde é Vida, e ressaltou que as UPAs atendem milhares de pessoas na ilha de São Luís, em Coroatá e em Imperatriz.

Ele informou aos presentes que, paralelamente ao treinamento que os funcionários farão nos próximos dias, o Estado assinará protocolos e contratará serviços, em Timon e em Teresina, para garantir a continuidade do tratamento dos pacientes da UPA. “Esta unidade tem a capacidade de atender até 350 pessoas por dia, que passam a ser de total responsabilidade do sistema estadual”, declarou ele.

“Esta UPA é o tão sonhado pronto-socorro que Timon precisava, pois dará garantia da estabilização de emergência para que o paciente tenha sucesso em seu tratamento”, declarou a prefeita Socorro Waquim, que acompanhou o secretário Ricardo Murad nas reuniões em que foram discutidas as referências hospitalares que darão suporte à UPA de Timon.

Ao sair da UPA, o secretário visitou o Hospital Regional Alarico Pacheco, que após uma ampla reforma passará a contar com modernos centros cirúrgicos e 20 leitos de UTI, e o Hospital e Maternidade de Timon, onde pretende contratar serviços que servirão de retaguarda para a Unidade de Pronto Atendimento.

Equipamentos da UPA já estão instalados. Fotos: Nestor Bezerra

Em seguida ele e sua comitiva foram a Teresina, onde foram recebidos pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde, Luís Airton, com quem discutiram o atendimento de pacientes encaminhados pela UPA de Timon. Na reunião ficou acertado um novo encontro, para a próxima semana, para definir um protocolo entre a Secretaria de Estado da Saúde e o município de Teresina, visando a transferência de pacientes cardíacos ou neurológicos.

Alexandre Almeida  disse que a presença do secretário estadual de Saúde em Timon comprova o compromisso do governo Roseana em buscar soluções para o problema que mais preocupa a população brasileira, que é a saúde. “Ricardo reafirmou a determinação de fazer os investimentos necessários para garantir a devida assistência à população desta região, inclusive numa perfeita sintonia com o sistema de saúde de Teresina”, concluiu ele.

Rigo defende ‘elefante branco’ construído pelo pai

O deputado Rigo Teles defendeu ontem, em discurso na Assembleia, o “elefentante branco educacional” construído pelo pai, o prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (ambos do PV), em Barra do Corda.

O Complexo Educacional Manoel Mariano de Sousa está sendo construído pela Prediolar Locação de Veículos e Máquinas ao custo de R$ 8,419 milhões. Terá quatro andares, 63 salas e dois elevadores. Como é erguido numa área residencial, não terá quadra poliesportiva. A previsão é que abrigue 3.600 alunos por turno.

Complexo Educacional Manoel Mariano de Sousa não terá quadra poliesportiva coberta por falta de espaço

A construtora foi denunciada em relatório da CGU (Controladoria Geral da União) por insconsistência de endereço. O contrato da Prediolar com da Prefeitura de Barra do Corda, celebrado em 2009, só apareceu no Diário Oficial do Estado no último dia 15.

Um dos sócios da firma, José Orlando Aquino, foi denunciado pelo Ministério Público Federal ao TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região (Brasília) junto com o próprio Nenzim e outras cinco pessoas, por desvio de recursos municipais, em 2007. Na época, Aquino era dono da firma J.J. Comércio. O TRF aceitou a denúncia (reveja). Nenzim é acusado pela Polícia Federal de desvios de cerca de R$ 50 milhões nos últimos anos do município.

Segundo Rigo, a escola está sendo construída com recursos do governo federal e do governo do Estado. ”As obras foram aprovadas e são vistoriadas pelo Ministério da Educação e pela Secretária de Estado da Educação (Seduc). As críticas são uma discriminação a Barra do Corda. Se o prefeito não faz, falam mal. Se faz, também criticam”, disse.

Ele disse que a escola se destaca como o maior prédio do município, não só pela beleza arquitetônica, mas por ostentar um espaço adequado para o ensino de qualidade: grandes salas de aulas, bibliotecas, laboratórios, auditórios e outras dependências indispensáveis ao bom aprendizado.

Rido Teles explicou que o complexo não terá quadra poliesportiva porque existe uma próxima ao prédio de responsabilidade do município. Eel, no entanto, disse não saber nada sobre a Prediolar e seu enrolado sócio

O filho do prefeito de Barra do Corda confirmou que o próprio secretário de Educação, João Bernardo Bringel, afirmou que o complexo seria difícil de ser administrado por conta do seu gigantismo.

Os deputados Roberto Costa (PMDB) e o líder do governo César Pires (DEM), ex-secretário de Educação. O peemedebista, que assumiu nesta quarta-feira a presidência da Comissão de Educação da Assembleia, classificou o complexo como uma “obra de vanguarda”. “Defendi apenas a importância de uma escola bem aparelhada”, justificou-se o democrata.

Nenzim e empresário que constrói ‘elefante branco’ em Barra do Corda já foram denunciados pelo MPF

O prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), foi denunciado pelo Ministério Público Federal em 2007 junto com o empresário José Orlando Aquino, dono da Construtora Prediolar Locação de Veículos e Máquinas, e outras cinco pessoas acusadas desvio de recursos da prefeitura. Na época, José Aquino era proprietário da firma J.J. Comércio.

Neste sábado (25), o blog denunciou que a Prediolar constrói o Complexo Manoel Mariano de Sousa ao custo de R$ 8,419 milhões (reveja). O contrato da Prefeitura de Barra do Corda com a construtora foi celebrado em 2009 e somente agora publicado no Diário Oficial. A construtora já caiu na malha fina da CGU por conta de obras em Afonso Cunha. A acusação foi de inconsistência de seu endereço em 2008.

Complexo Educacional Manoel Mariano de Sousa não terá quadra poliesportiva coberta por falta de espaço

O complexo já é apelidado de “elefefante branco educacional” devido sua difícil administração. Terá quatro andares, dois elevadores, cerca de 70 salas e 3.600 alunos por turno. Apesar de todo esse gigantismo, não tem quadra poliesportiva coberta porque está sendo construído “espremido” entre várias residências.

Leia abaixo ou aqui a matéria produzida pela assessoria do Ministério Público Federal informando que o Tribunal Regional Federal, em Brasília, recebeu a denúncia contra Nenzim e os outros acusados.

MPF/MA: TRF-1 recebe denúncia contra prefeito de Barra do Corda

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), em Brasília, recebeu a denúncia contra Manoel Mariano de Souza, ex-prefeito de Barra do Corda (MA), e outras seis pessoas pelos crimes de desvio de recursos em proveito próprio e fraude em processo licitatório. O crime teria acontecido entre janeiro de 1997 e dezembro de 2000. A ação criminal foi proposta pelo Ministério Público Federal no Maranhão em fevereiro de 2004, nessa época o denunciado não era mais prefeito. Atualmente Manoel Mariano é prefeito de Barra do Corda.

Para o MPF, Manoel Mariano comandava todas as irregularidades denunciadas. O prefeito convidava empreiteiras para executar serviços para a prefeitura e determinava a montagem de procedimentos licitatórios, que na verdade não tinham qualquer competição. Com a ajuda dos empreiteiros contratados ilicitamente, desviava parte dos recursos federais em seu proveito  e de seus familiares. Permitia também que os contratados se locupletassem executando obras sem qualquer benefício para a coletividade, que culminaram em prejuízos para os cofres públicos.

Segundo o procurador da República Marco Aurélio Adão, o prefeito ainda se valia de notas fiscais falsas emitidas pelas empresas contratadas para forjar as suas prestações de contas, elaboradas com informações fictícias, e, dessa forma, encobria os desvios e os desperdícios de recursos públicos. Além disso, no projeto de trabalho elaborado para celebrar convênio com a União (Convênio 148/98, Ministério do Meio Ambiente), inseriu informações falsas para obter a liberação de recursos federais, ao final desperdiçados e desviados.

Os outros denunciados são: César Nobre Braga, ex-secretário municipal; Pedro Alberto Teles de Souza, filho do prefeito; José Lauro de Castro Moura, representante da empresa Enciza Engenharia Mecânica Ltda; Antônio Carlos Borges de Araújo, dono da empresa Hidrosonda Ltda; Jocymar Carvalho Lima, sócio da empresa Transamérica Empreendimentos e Construções Ltda; e José Orlando Rodrigues Aquino, responsável pela firma J.J. Comércio Construção e Perfuração Ltda.