Charge eletrônica: os eliminados

Flu e Corinthians fazem final da Copinha

A decisão da Copa São Paulo de Futebol Junior, na próxima quarta-feira, às 10h (de Brasília), no Pacaembu, terá o confronto dos maiores vencedores da competição, Fluminense e Corinthians, um com cinco e outro com sete títulos, respectivamente. O Tricolor das Laranjeiras venceu o Coritiba por 4 a 0, na manhã deste domingo, e carimbou a vaga para a final do torneio.

Os gols foram marcados pelo atacante Marcos Júnior, artilheiro do Campeonato Brasileiro sub-20 em 2011 e um dos destaques da equipe, pelo camisa 17, Rafael Assis, após uma bobeada do goleiro Victor, e por Rafinha, com uma pancada de pé direito. Pelo lado do Coritiba, o principal jogador foi Thiago Primão, que fez bons lances mas não conseguiu balançar as redes para o time paranaense. Leia mais aqui e veja abaixo os gols da goleada tricolor.


 

Já o Corinthians venceu o Atlético-PR, por 6 a 0, na tarde deste sábado, em Jaguariúna, e tentará na próxima quarta-feira a oitava conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Sem dificuldades, o Timão “passou o trator” em cima do Furacão. No primeiro tempo, nada menos do que 5 a 0. O placar foi aberto logo no início, aos 3 minutos da partida. A partir daí, a porteira abriu e os gols foram saindo. Será a 15ª decisão do Timão em Copas São Paulo. Leia mais aqui.

Salve o Corinthians!

Do F5:

São Paulo - Ana Paula Minerato, musa da escola de samba Gaviões da Fiel, deixou os seios escaparem enquanto mergulhava na praia da Barra da Tijuca, no Rio.

Veja mais fotos da musa do Corinthians na praia

Não é possível saber se a exibição foi proposital ou não, mas a moça pareceu não estar muito preocupada com o deslize.

Além do mergulho, Ana Paula ainda ficou um bom tempo exibindo seu corpo enquanto tomava sol na praia carioca.

Conmebol divulga tabela da Libertadores 2012

De O Globo:

Rio – Os times brasileiros já conhecem a tabela de jogos da Copa Libertadores de 2012. Na noite desta quinta-feira, a Conmebol divulgou as datas dos jogos de Corinthians, Fluminense, Vasco, Santos, Internacional e Flamengo.

No sorteio, Fluminense vai ser o primeiro a estreiar na fase de grupos

Os primeiros a entrarem em campo serão o time gaúcho e a equipe rubro-negra, que terão que jogar a Pré-Libertadores. O Flamengo vai até a Bolívia enfrentar o Real Potosí no dia 25 de janeiro. No mesmo dia, o Inter receberá um time colombiano que ainda será definido. Será o Once Caldas ou o Milionários. Os jogos de volta serão disputados no dia 1º de fevereiro.
 
Na fase de grupos, o primeiro brasileiro a entrar em capo será o Fluminense. O time tricolor estreia no dia 7 de fevereiro, no Engenhão, contra o Arsenal, da Argentina, ou o Sport Huncayo, do Peru, que se enfrentarão na Pré-Libertadores. No dia seguinte será a vez de o Vasco fazer a sua estreia contra o Nacional, que acaba de ser campeão no Uruguai.
 
Caso passe pela Pré-Libertadores, o Inter fará a sua estreia no dia 9 contra o Juan Aurich, do Peru. Os gaúchos estão no mesmo grupo do Santos e se enfrentariam no dia 8 de março na Vila Belmiro e no dia 4 de abril no Beira-Rio.
 
A estreia da equipe de Neymar será no dia 15 de fevereiro contra o The Strongest, da Bolívia. No mesmo dia está marcada a estreia do Flamengo na fase de grupos. Se passar pelo Real Potosi, os rubro-negros enfrentarão o Lanús, da Argentina.
 
Já o Corinthians campeão brasileiro também entra em campo pela primeira vez no dia 15, na Venezuela, onde enfrentará o Deportivo Táchira. Veja abaixo as datas das partidas dos times brasileiros: 

Pré-Libertadores:
25/01 – Real Potosí (BOL) x Flamengo
01/02 – Flamengo x Real Potosí (BOL)
25/01 – Inter x Once Caldas ou Millinarios (COL)
01/02 – Once Caldas ou Millonarios (COL) x Inter
 
Grupo 1 – se o Inter passar da pré-Libertadores
09/02 – Inter x Juan Aurich (PER)
15/02 – The Strongest (BOL) x Santos
08/03 – Santos x Inter
13/03 – Juan Aurich (PER) x Santos
15/03 – Inter x The Strongest (BOL)
21/03 – The Strongest (BOL) x Inter
22/03 – Santos x Juan Aurich (PER)
04/04 – Inter x Santos
19/04 – Santos x The Strongest (BOL)
19/04 – Juan Aurich (PER) x Inter
 
Grupo 2 – se o Flamengo passar da pré-Libertadores
15/02 – Lanús (ARG) x Flamengo
08/03 – Flamengo x Emelec (EQU)
15/03 – Flamengo x Olimpia (PAR)
28/03 – Olimpia (PAR) x Flamengo
04/04 – Emelec (EQU) x Flamengo
12/04 – Flamengo x Lanús (ARG)
 
Grupo 4
07/02 – Fluminense x Arsenal (ARG) ou Sport Huncayo (PER)
07/03 – Boca Juniors (ARG) x Fluminense
14/03 – Fluminense x Zamora (VEN)
29/03 – Zamora (VEN) x Fluminense
11/04 – Fluminense x Boca Juniors (ARG)
18/04 – Arsenal (ARG) ou Sport Huncayo (PER) x Fluminense
 
Grupo 5
08/02 – Vasco x Nacional (URU)
06/03 – Vasco x Alianza (PER)
14/03 – El Nacional (EQU) ou Libertad (PAR) x Vasco
21/03 – Vasco x El Nacional (EQU) ou Libertad (PAR)
03/04 – Alianza (PER) x Vasco
12/04 – Nacional (URU) x Vasco
 
Grupo 6
15/02 – Deportivo Táchira (VEN) x Corinthians
07/03 – Corinthians x Nacional (PAR)
14/03 – Cruz Azul (MEX) x Corinthians
21/03 – Corinthians x Cruz Azul (MEX)
11/04 – Nacional (PAR) x Corinthians
18/04 – Corinthians x Deportivo Táchira (VEN).

CBF premia os melhores do Brasileirão

De O Globo:

São Paulo – Os jogadores que atuam em clubes do Rio de Janeiro foram os grandes vencedores da festa do Prêmio Craque do Brasileiro, organizada pela CBF na noite desta segunda-feira, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo. Sete jogadores de times do Rio foram eleitos os melhores em suas posições: Jefferson e Cortês, do Botafogo; Fred, do Fluminense; Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo; e Fágner, Dedé e Diego Souza, do Vasco. 

Jogadores do Corinthinas levantam a taça de campão Brasileiro de 2011

Dedé ainda levou o prêmio de Craque da Galera em votação pela internet, batendo Neymar e Liédson. Ricardo Gomes – que foi representado por seu filho – e Cristóvão Borges levaram o prêmio de melhores técnico do Brasileiro. Neymar foi eleito o Craque do Brasileirão. O atacante do Santos viajou com o Santos nesta segunda-feira para o Japão, onde a equipe vai disputar o Mundial de Clubes, e foi representado por seu pai.
 
A seleção dos melhores do Brasileirão ficou com Jefferson (Botafogo), Fágner (Vasco), Dedé (Vasco), Réver (Atlético-MG) e Bruno Cortês (Botafogo); Ralf (Corinthians), Paulinho (Corinthians), Diego Souza (Vasco) e Ronaldinho Gaúcho (Flamengo); Neymar (Santos) e Fred (Fluminense). Técnico: Ricardo Gomes e Cristóvão Borges. O melhor juiz foi Leandro Vuaden e Wellington Nem (Figueirense) levou o prêmio de revelação do campeonato.
 
O jornalista Luiz Mendes, morto em outubro deste ano, foi homenageado na cerimônia. A Portuguesa, campeão da Série B, Joinville, da Série C, e Tupi, da Série D, também receberam troféus na noite. A festa foi encerrada com Ronaldo entregando o troféu de campeão brasileiro para o time do Corinthians.
 
Roberto Dinamite fica de fora
 
O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, não foi convidado para a festa do Prêmio Craque do Brasileiro 2011. Antes da festa, o goleiro Fernando Prass disse que o presidente vascaíno ficou chateado por não ter sido chamado para a cerimônia.
 
- Ele ficou muito chateado. Estávamos brigando pelo titulo até ontem (domingo) às 19h. Ou houve um erro ou a festa estava toda programada e infelizmente não teve tempo de corrigir o erro – explicou o goleiro.
 
Fernando Prass disse estar esperançoso com a volta do técnico Ricardo Gomes ao futebol em 2012. De acordo com o goleiro, o elenco vai precisar de cinco ou seis jogadora. Em São Paulo, o goleiro fez um balanço da temporada do Vasco neste ano.
 
- Foi um ano muito positivo e, apesar do título no primeiro semestre, não se acomodaram.

Corinthians pentacampeão; Vasco é vice de novo

Do Globoesporte.com:

Rio – Em um campeonato marcado pelo equilíbrio técnico, venceu quem foi mais regular. Líder em 27 das 38 rodadas, o Corinthians teve de esperar até o último jogo para celebrar seu quinto título brasileiro. A festa em um Pacaembu lotado só veio depois do sofrimento que a Fiel tanto aprendeu a saborear ao longo de 101 anos de história. Com o arquirrival Palmeiras disposto a estragar qualquer comemoração, o Timão lutou para superar o nervosismo, empatar por 0 a 0 e voltar a ser campeão nacional depois de seis anos. No fim do clássico, uma briga generalizada entre os jogadores manchou a rodada decisiva.

A difícil igualdade no clássico, que teve Valdivia, Wallace, João Vitor e Leandro Castán expulsos no segundo tempo, foi mais do que suficiente para a taça voltar ao Parque São Jorge. No Rio, o Vasco não passou de um empate por 1 a 1 contra o Flamengo, no Engenhão, e ficou com o vice-campeonato. O Timão encerra o Brasileirão com 71 pontos contra 69 dos cariocas. Já o Palmeiras fica com 50, em 11º, classificado para a Copa Sul-Americana.

O domingo, porém, começou triste para os corintianos. O ídolo Sócrates, de 57 anos, morreu durante a madrugada, em São Paulo, vítima de um choque séptico. O ex-jogador foi homenageado pelo Timão antes da partida no Pacaembu com uma faixa colocada no gramado com uma frase dita pelo craque: “O Corinthians não é um time e uma torcida. É um estado de espírito”. Crianças formaram o número 8 no campo e receberam a equipe com o braço direito levantado e o punho fechado, comemoração característica do “Doutor” em suas comemorações. O gesto foi repetido pelos titulares corintianos durante um minuto de silêncio.

Os números da campanha corintiana são incontestáveis. Além de ter liderado o torneio por mais tempo, a equipe obteve também a melhor série de resultados na história dos pontos corridos: nove vitórias e um empate nas dez primeiras rodadas. Nem mesmo a crise que viveu no segundo turno foi capaz de atrapalhá-lo. O Timão nunca esteve abaixo do quinto lugar e foi quem obteve o o maior número de triunfos (21) e a defesa menos vazada entre os 20 participantes (36 gols). Foram 71 pontos – 62,3% de aproveitamento.

Com a conquista, o Corinthians iguala-se ao Flamengo em número de títulos brasileiros, todos na “era moderna” da competição. Os clubes com as maiores torcidas do país estão abaixo apenas de São Paulo, com seis, e de Palmeiras e Santos, com oito, ambos beneficiados com a unificação dos extintos Torneio Roberto Gomes Pedrosa e Taça Brasil.

Vencer o principal torneio do país tem um sabor especial para Tite. Depois de balançar no cargo em alguns momentos da temporada, o maior título da carreira faz o treinador afastar a desconfiança de uma ala da torcida e assegura a permanência dele em 2012. A missão agora volta a ser acabar com o eterno desejo alvinegro de conquistar a Taça Libertadores.

Quem também se fortalece é o presidente Andrés Sanches, novo chefe de Seleções da CBF. Em um mandato caracterizado pelo aumento de receitas e por contratações badaladas, como Ronaldo, Roberto Carlos e Adriano, o dirigente obtém seu maior triunfo no campo, fechando um clico considerado de “redenção” pelos dirigentes – sob a gestão dele, o clube venceu também a Copa do Brasil e o Paulistão de 2009. Ele se afasta do cargo no dia 15 de dezembro, mas deixa seu grupo ainda mais fortalecido para vencer as eleições de fevereiro. Mário Gobbi Filho é o candidato da situação.

Classificação

Com o empate em 1 a 1 com o Botafogo, o Fluminense se classificou para a fase de grupos da Libertadores, que já tinha Vasco (Campeão da Copa do Brasil), Santos (Campeão da Libertadores 2011) e o próprio Corinthians classificados. Flamengo e Internacional também participam da competição, mas entram na fase eliminatória.

Os times rebaixados para a segundonda foram Avaí, América (MG), Ceará e Atlético (PR). A Portuguesa, Náutico, Ponte Preta e Sport estão de volta a primeira divisão. Veja a classificação final:

O que está em jogo na última rodada Brasileirão

Do Globoesporte.com:

Rio – O Campeonato Brasileiro chega à sua última rodada neste domingo e, dos 20 participantes, poucos são os que não têm ambições em suas partidas derradeiras na competição. O Santos está fora da briga pelo título e já tem vaga na Libertadores. Na parte baixa da tabela, América-MG e Avaí já têm decretado o rebaixamento. No meio, Grêmio e Palmeiras são clubes que não têm chance de classificação para a Libertadores e que já asseguraram lugar na Copa Sul-Americana de 2012.

Para os demais 15 participantes, há muito em jogo. Acompanhe abaixo um panorama do que cada um destes clubes precisa fazer para ter um fim de ano feliz no Brasileirão.


 

 

Corinthians (70 pontos): precisa de um empate com o Palmeiras para não depender do resultado do Vasco (que tem 68 pontos e duas vitórias a menos). Se for derrotado no Pacaembu, terá de torcer para que o Flamengo consiga ao menos um empate no Engenhão.

Vasco (68 pontos): será campeão com apenas uma combinação de resultados. Precisa ganhar do Flamengo, no Engenhão, e contar com uma derrota do Corinthians para o Palmeiras.


 

 

Fluminense (62 pontos): já está classificado, mas precisa ao menos de um empate com o Botafogo, em Volta Redonda, para conseguir a classificação direta para a fase de grupos. Se perder, terá de torcer para que o Flamengo não supere o Vasco.

Flamengo (60 pontos): para ir diretamente à fase de grupos, precisa ganhar e contar com uma derrota do Fluminense para o Botafogo. Um empate já é suficiente para ir para a Pré-Libertadores. Se perder, terá de torcer para que no máximo um de três concorrentes vença: Coritiba, Inter ou Figueirense.

Coritiba (57 pontos): garante uma vaga (na Pré-Libertadores), sem depender de outros resultados, se derrotar o rival Atlético-PR na Arena da Baixada. Se empatar, terá de torcer para que Inter, Figueirense, São Paulo e Botafogo não vençam. Se for derrotado, precisará que todos os concorrentes percam também.

Inter (57 pontos): se fizer a sua parte e vencer o Grêmio, bastará que o Coritiba não ganhe do Atlético-PR na Arena ou que o Flamengo perca para o Vasco. Se empatar, terá de contar com uma derrota do Coxa e no máximo um empate de Figueirense (com Avaí) e São Paulo (com Santos). Em caso de derrota, não há chance de classificação.

Figueirense (57 pontos): se bater o Avaí, ainda precisará ultrapassar dois de três concorrentes que hoje estão à sua frente – Flamengo, Coritiba e Inter. Isso aconteceria em caso de derrota do primeiro para o Vasco e no máximo um empate dos os outros dois com Atlético-PR e Grêmio, respectivamente. Em caso de empate, teria de contar com derrotas de Coritiba e Inter e no máximo um empate de São Paulo (com Santos) e Botafogo (com Fluminense). Se perder, estará fora da briga.

São Paulo (56 pontos): só mantém as chances de classificação se derrotar o Santos. Ainda assim, tem de contar com no máximo um empate de Coritiba, Inter e Figueirense diante de Atlético-PR, Grêmio e Avaí, respectivamente.

Botafogo (55 pontos): vive situação quase igual à do São Paulo. A diferença é que, além de ganhar, precisa também de um tropeço do próprio Tricolor paulista diante do Santos.

 

 

Atlético-MG (45 pontos): para não depender de outros resultados, precisa vencer ou mesmo empatar com o Cruzeiro – já que assim não poderia mais ser superado pelo Bahia (que tem 43 pontos e três vitórias a menos). Se perder, terá de contar com uma derrota do Atlético-GO para o América-MG ou um empate do Bahia com o Ceará.

Atlético-GO (45 pontos): só a vitória sobre o América-MG elimina a necessidade de se preocupar com outros resultados. Mas um empate também deixa o time em ótima situação: só perderia a vaga se o Atlético-MG pontuasse diante do Cruzeiro e se o Bahia vencesse o Ceará e tirasse uma diferença de oito gols de saldo. Se perder, terá de contar com empate ou derrota do Bahia.

Bahia (43 pontos): só a vitória sobre o Ceará lhe interessa. Ainda assim, precisa que o Atlético-MG perca para o Cruzeiro ou que o Atlético-GO no máximo empate com o América-MG – mas neste caso teria de tirar uma diferença de oito gols de saldo.

 

 
Cruzeiro (40 pontos): precisa vencer o Atlético-MG para não depender dos resultados dos concorrentes. Se empatar, terá de torcer para que o Ceará não vença o Bahia e para que o Atlético-PR não consiga, diante do Coritiba, uma histórica goleada que tiraria uma diferença de dez gols de saldo. Em caso de derrota, Ceará e Atlético-PR poderiam no máximo empatar.

Ceará (39 pontos): como tem um saldo de gols muito inferior ao do Cruzeiro (negativo de 16 contra negativo de oito), só mantém a possibilidade de escapar da degola se vencer o Bahia. Mesmo assim, terá de torcer por no máximo um empate do Cruzeiro.

Atlético-PR (38 pontos): assim como o Ceará, tem uma desvantagem dupla na disputa com o Cruzeiro: pontos a menos e saldo de gols bem inferior. Por causa disso, se ganhar do Coritiba por menos de dez gols de diferença, terá de torcer pela derrota do time celeste no clássico com o Atlético-MG. Ainda é preciso torcer por ao menos um empate do Ceará.

Adeus, Doutor!

Da Folha de S. Paulo:

São Paulo – O ex-jogador Sócrates morreu às 4h30 deste domingo aos 57 anos em decorrência de um choque séptico, que ocorre quando bactérias de uma infecção chegam à corrente sanguínea e se espalham pelo corpo.

O enterro será em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, pouco antes do início da última rodada do Campeonato Brasileiro, que está agendada para as 17h deste domingo. A CBF já comunicou que fará um minuto de silêncio em homenagem ao jogador que defendeu a seleção nas Copas de 1982 e 1986.

Braço para o alto, punho cerrado: uma característica nas comemorações de gols do Magrão (o lateral Alfinete chega para abraçá-lo)

O ídolo do Corinthians, estava internado desde a última quinta-feira na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Albert Einsten, na zona sul de São Paulo, após dar entrada com quadro de infecção intestinal.
 
Sócrates, sua mulher e um amigo haviam se sentido mal na noite de quinta-feira (1º) após comerem em um evento. Segundo o jornalista Juca Kfouri, colunista da Folha, um prato de estrogonofe contaminado com uma bactéria foi o responsável por desencadear a internação do ex-jogador.

Kátia Bagnarelli disse que não é possível determinar a causa da infecção intestinal responsável pela internação do marido. Segundo ela, Sócrates começou a passar mal na madrugada da última quarta-feira e fez exames durante a quinta, sendo internando no mesmo dia a noite. “É impossível determinar de onde veio a bactéria. Não comemos estrogonofe”, disse.
 
Sócrates já esteve internado outras duas vezes entre agosto e setembro, também na UTI, por conta de hemorragias digestivas.
 
Além de Corinthians e Botafogo-SP, jogou também pelo Flamengo, Santos e Fiorentina, da Itália. Formado em medicina, trabalhava como comentarista na TV Cultura e como colunista do “Agora São Paulo” e “Carta Capital”.

História

Paraense de Belém, Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira começou no Botafogo de Ribeirão Preto e ainda era acadêmico de medicina quando passou a atuar pelo time principal do clube, em 1974. As atribuições como médico o impediam de se dedicar integralmente ao futebol, o que colaborou para tornar sua carreira singular.

O jovem alto e esguio logo se destacou com seu jogo refinado e inteligente, repleto de toques de calcanhar, passes e lançamentos precisos. Já em seu primeiro Campeonato Paulista, Sócrates encantou o público, em especial os torcedores do Tricolor de Ribeirão, onde iniciou uma dupla infernal com o centroavante Geraldão, que seria o goleador da competição com 23 gols (dez a menos que todo o restante da equipe).

Contrastando com o estilo rompedor do companheiro, Sócrates era o lado cerebral da parceria, com assistências perfeitas, além de contribuir com gols decisivos para a boa campanha (sexto lugar no geral). A qualidade de goleador se fez presente de forma mais evidente durante o Paulista de 1976, quando fechou a competição como artilheiro, com 15 tentos assinalados. Leia mais aqui.

Corinthians com a mão na taça

Com um gol de Liedson, aos 23 minutos da segunda etapa, o Corinthians fez seu papel e venceu o Figueirense por 1 a 0, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC), mas não levou o título do Campeonato Brasileiro, na penúltima rodada da competição.

Liedson comemora gol que deixou o Corinthians com a mão na taça

O Vasco também ganhou sua partida, contra o Fluminense, no Rio, por 2 a 1. Com o resultado, a equipe carioca chegou aos 68 pontos – contra 70 dos corintianos – e possui duas vitórias a menos do que o rival paulista. O Corinthians pode ser campeão mesmo que perca para o Palmeiras. Para tanto, basta que o time de São Januário não vença o Flamengo.

Se empatar contra o clube de Parque Antártica, o Corinthians garante o seu quinto título do Brasileiro, já que tem duas vitórias a mais do que o Vasco – primeiro critério de desempate. Para este duelo, a equipe alvinegra não terá o meia Danilo, suspenso pelo terceiro amarelo.

Será a quarta vez que o título do Brasileirão será decidido no último jogo.

Leia a cobertura completa da rodada.

Flu x Vasco: No limite entre o sonho e a realidade

De O Globo:

Rio – Fora os duelos particulares entre atacantes e zagueiros e a rivalidade natural, o clássico entre Fluminense e Vasco tem componentes extras neste domingo, às 17h, no Engenhão. A derrota não é permitida. Um empate acaba com a pretensão de título do tricolor e sepulta o sonho do pentacampeonato vascaíno em caso de triunfo do Corinthians sobre o Figueirense. Vitória é a única palavra no dicionário das duas equipes.
 
— A nossa preocupação é a maior do que a dele em relação a mim. O zagueiro se preocupa mais com o atacante do que o atacante com o zagueiro — disse Dedé.

Para um time que achou o equilíbrio dentro e fora de campo, o empate é renegado. Com o Fluminense em campo, é vitória ou derrota. Com o mesmo número de triunfos do líder Corinthians, o tricolor quer terminar em primeiro no número de pontos.

Leia também:
Corinthians não vai vencer em Florianópolis, avisa Jorginho
 
— Temos direito de sonhar. Quando tivemos chance de dormir na liderança, perdemos para o América-MG. Quem sabe alcançamos a liderança na última rodada? Quando vierem me perguntar quantas rodadas fomos líder, eu diria: uma, a última — disse Abel Braga.
 
A única maneira de vencer o campeonato nacional é derrotar a barreira que impede o Fluminense de ter sucesso contra clubes do Rio. A última vez foi há um ano, justamente contra o Vasco.
 
— Clássico é concentração. E o nosso momento é outro. O Fluminense conseguiu se superar e chegar até aqui de maneira confortável — declarou Abel. 

Fluminense x Vasco 
Local: Engenhão
Horário: 17h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ).
Transmissão: Rede Globo 
 
Fluminense: Diego Cavalieri, Mariano, Leandro Euzébio, Elivélton e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Valencia), Deco e Marquinho; Rafael Sóbis e Fred. Técnico: Abel Braga.
 
Vasco: Fernando Prass, Fágner, Dedé, Renato Silva e Jumar: Rômulo, Allan, Juninho Pernambucano e Felipe (Bernardo); Diego Souza e Alecsandro. Técnico: Cristóvão Borges.

CBF favorece Corinthinas às vésperas da final

Do blog de Renato Maurício Prado:

Escárnio

Andres (à dir.) com Mano Menezes e Teixeira em jantar para Galvão Bueno

A CBF faz questão de afrontar a tudo e a todos. A nomeação antecipada do presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, para o cargo de futuro diretor de seleções (leia mais aqui), a partir de 2012, é um absurdo.

Soa como uma evidente coação aos árbitros, às vésperas das duas últimas rodadas, que decidirão o Campeonato Brasileiro.

Obviamente, não custava nada esperar o desfecho do certame, para anunciar a escolha (que, por si só, já é extremamente controvertida).

Mas, como em todas as suas ações, ultimamente, o órgão máximo do nosso futebol prima por demonstrar claramente que não está nem aí para a opinião pública e para o que os outros possam pensar.

Lamentável.

Veja a chance de título no Brasileirão

Do Globoesporte.com:

Rio de Janeiro – Após a 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, apenas três equipes continuam com chances de conquistar o título. O líder Corinthians venceu o Atlético-MG de virada, por 2 a 1, no Pacaembu, e chegou aos 67 pontos, com 79% de probabilidade de ficar com a taça, segundo o matemático Tristão Garcia. Vice-líder com 65 pontos, o Vasco venceu o Avaí por 2 a 0, em São Januário, e tem 17% de chance de dar a volta olímpica, contra 4% do Fluminense, que goleou o Figueirense por 4 a 0, e continuou na terceira colocação, com 62 pontos.

Corinthians, de Adriano, Vasco, de Diego Souza, e Flu, de Fred, estão na briga. Foto: Montagem

Agora, os três times começam a fazer contas. Os dois jogos que restam ao Corinthians são contra o Figueirense, em Florianópolis, e contra o Palmeiras, no Pacaembu. O Vasco tem pela frente dois clássicos: contra Fluminense e Flamengo. O mesmo acontece com o Flu, que enfrenta o Botafogo, na última rodada, depois de encarar o próprio Vasco.

Na simulação dos resultados, o Corinthians poderá ser campeão já na próxima rodada, caso vença o Figueirense e o Vasco não derrote o Fluminense. Se o Corinthians empatar em Santa Catarina, segura a ponta mesmo com uma vitória do Vasco sobre o Flu, uma vez que ambos ficariam iguais em pontos, mas o Timão tem maior número de vitórias. Ao Vasco, resta secar o rival paulista para que aconteça uma derrota no Orlando Scarpelli, e consiga uma vitória no clássico. Assim, o time de São Januário assumiria a liderança.

A missão do Flu é a mais complicada, mas fácil de visualizar. Ao Tricolor, resta vencer Vasco e Botafogo e torcer por uma derrota e um empate do Corinthians nas duas últimas rodadas. Desta forma, o Fluminense empataria em pontos com o Timão, mas levaria a melhor no número de vitórias.

Flamengo joga toalha e já torce pelo Corinthians

De O Globo:

Rio – Na quinta posição do Brasileiro, o Flamengo é o último time da zona de classificação da Libertadores. Com 52 pontos, seis a menos do que o líder Corinthians, nem mesmo o atacante do Flamengo colocaria todas as suas fichas no clube.

- Hoje eu apostaria no líder. Acha que eu vou apostar em time que está em quinto ou sexto? Vou no cavalo da frente. Se tivesse que botar dinheiro, apostaria no Corinthians – afirmou Deivid, após treino físico que não teve a participação de Ronaldinho Gaúcho, poupado por dores na coxa direita .

De acordo com Deivid, o Flamengo não pode mais empatar se quiser ser campeão brasileiro:

- Não tem outra conta. Agora tem que ganhar os seis jogos, não tem escolha. A expectativa desde o início foi de um ano positivo, ganhar um titulo de expressão e agora não tem mais o que pensar.

Alex Silva não concorda com Deivid. Segundo zagueiro, o ano só será ruim para o Flamengo se o clube não chegar na Libertadores:

- A gente ainda está na briga pelo título e pela (vaga na) Libertadores. Se não ficarmos nem com a vaga, aí sim, vai ser muito ruim. Mas ainda temos boas chances.

Veja times com melhores desempenhos no Brasileirão

De O Globo:

Rio – Num campeonato por pontos corridos, como o Brasileirão, não tem como fugir: o time mais regular é, claro, o que soma mais pontos. Nesse caso, Corinthians e Vasco, líder e vice-líder com 58 pontos e 60% de aproveitamento cada um (a vantagem corintiana é no número de vitórias, 17 a 16).

Resolvemos então dissecar essa regularidade em mais números. Nos rankings de aproveitamento geral, melhor ataque, melhor defesa, aproveitamento como mandante e visitante e desempenho no turno e no returno, o Vasco é o único a aparecer no top 5 em todos. Nos sete itens pesquisados lá está a equipe de São Januário, entre as cinco primeiras. O Corinthiansfica fora da lista em dois deles.

Confira os pódios de cinco lugares, item por item, após a 32ª rodada, ocorrida no fim de semana passado:

Aproveitamento geral:

1 – Corinthians / Vasco 60%
3 – Botafogo 57%
4 – Fluminense 55%
5 – Flamengo 54%

Melhor ataque:

1 – Flamengo / Internacional 52 gols
3 – Coritiba 50 gols
4 – Vasco / Botafogo 49 gols

Melhor defesa:

1 – Corinthians 32 gols
2 – Vasco 35 gols
3 – Botafogo 37 gols
4 – Internacional / São Paulo / Figueirense / Coritiba / Atlético-GO 38 gols

Desempenho no turno:

1 – Corinthians 64%
2 – Flamengo 63%
3 – São Paulo / Vasco 61%
5 – Botafogo 59%

Desempenho no returno:

1 – Fluminense 71%
2 – Internacional / Figueirense 61%
3 – Santos / Vasco 58%

Como mandante:

1 – Botafogo 77%
2 – Corinthians / Coritiba 70%
4 – Fluminense / Vasco 68%

Como visitante:

1 – São Paulo 54%
2 – Vasco / Flamengo 52%
4 – Corinthians 50%
5 – Figueirense 47%

Fluminense ‘engata a quarta’ e encosta nos líderes

Do Globoesporte.com:

O Fluminense comprovou sua evolução no Campeonato Brasileiro neste domingo, no Engenhão, ao derrubar o líder Corinthians, com gol de Fred, que entrou em campo com uma camisa em homenagem ao ex-atacante Ézio, que luta contra o câncer.

Fred comemora gol de falta contra o Corinthians

Com um estilo vibrante, muita marcação a aplicação tática, o Tricolor, recebido pela torcida com o tradicional pó-de-arroz, alcançou a quarta vitória consecutiva ao derrubar o time paulista, que não teve boa atuação.

O resultado leva o Flu para os 37 pontos, provisoriamente no G5, enquanto o Corinthians fica com 43, mas pode perder a ponta até o fim da 23ª rodada. Primeiro colocado há 16 rodadas, o Timão torce contra o São Paulo diante do Grêmio, no Olímpico.

Com a vitória diante de 22.399 torcedores pagantes, 26.979 presentes e renda de R$ 596.500,00, o Flu derruba uma escrita de seis anos sem vencer o rival. Na próxima rodada, a equipe carioca sai para enfrentar o Bahia, domingo que vem, no Pituaçu. O Timão tem pela frente o Santos, na mesma data, no Pacaembu. Leia mais aqui e veja abaixo o gol de Fred: